Habitação e Condominio


Perguntas Frequentes sobre Sinistros Multirrisco Habitação

 

Consulte em seguida as nossas respostas às Questões mais Frequentes que nos são colocadas.

 

Se ainda ficar com dúvidas não hesite, contacte-nos através de qualquer um dos meios que disponibilizamos.

  • 01. Participação de sinistros e meios de prova

     

    A participação do sinistro deve ser feita no prazo de 8 dias após a ocorrência explicitando as circunstâncias, eventuais causas e consequências e devem ser prestadas ao Segurador todas as informações relevantes que este solicite.

     

    Isto significa que de acordo com a Lei, o cliente tem sempre de fazer prova dos factos que alega, nomeadamente da existência dos bens perdidos ou danificados.

     

  • 02. Caracterização de objetos seguros

     

    Equipamentos de cozinhas que tenham sido adquiridos em conjunto com o Imóvel ou outros que sejam instalados posteriormente, como exaustores, móveis de cozinha, equipamentos fixos de ar condicionado e vídeo vigilância, que em princípio não sejam suscetíveis de ser retirados quando o local de risco seja vendido ou mude de inquilino, e que fazem parte das garantias de cobertura afetas ao Imóvel. Consideram-se como fazendo parte integrante do edifício, esquentadores, termoacumuladores, bombas de água, painéis solares e sistemas de aquecimento central.

     

  • 03. Capital Seguro e aplicação da Regra proporcional

     

    A determinação do capital seguro é sempre da responsabilidade do Tomador do Seguro e deverá obedecer aos seguintes critérios:

     

    Capital do Imóvel: Deverá corresponder ao custo da respetiva reconstrução.

     

    Todos os elementos constituintes ou incorporados no imóvel pelo proprietário devem ser tomados em consideração, bem como o valor proporcional das partes comuns.

    Somente o valor dos terrenos não deve ser considerado no capital.

     

     

    Capital do Recheio: Deverá corresponder ao valor em novo dos respectivos bens.

     

    Se o capital seguro for, na data do sinistro, inferior ao seu valor de reconstrução em mais de 15%, o Segurador só responde pelo dano na respetiva proporção, respondendo o Tomador do Seguro ou o Segurado pela restante parte dos prejuízos.

     

     

     

    Novo Produto Tranquilidade Casa (seguro por numero de assoalhadas/área)

     

    Relativamente a este produto, Tranquilidade Casa, a declaração de valores inferiores aos reais, quer ao nível da área, quer ao nível do número de assoalhadas, por parte do Tomador de Seguro ao Segurador, em caso de sinistro, poderá determinar a aplicação de regra da proporcionalidade entre o prémio efectivamente cobrado e aquele que seria devido em função do risco.

     

  • 04. Pesquisa, Reparação e Reposição por Avaria

     

    No caso de a apólice não ter esta cobertura:

     

    • Se a reclamação for por excesso de consumo de água ou outro motivo, em que não existem vestígios evidentes de derrame de água ou quando a origem da rotura não possa ser detetada por meios de pesquisa sem recurso a partir ou escavar pavimentos, tetos ou paredes, a pesquisa deve sempre ficar sob a responsabilidade do segurado.
    • Se após a pesquisa efetuada pelo segurado se verificar a existência de dano garantido pela apólice, o Segurador indemnizará as despesas da pesquisa ao abrigo de Danos por Água.
    • Se existirem vestígios de derrame de água ou humidade a pesquisa pode ser realizada ficando as despesas inerentes à mesma a cargo do Segurador independentemente da verificação posterior de existência de risco garantido ou não.

     

  • 05. Aplicação de Franquias

     

    A franquia é uma importância que fica a cargo do segurado em caso de sinistro e cujo montante consta das Condições Particulares.

     

    Em caso de um sinistro que afete mais do que um risco garantido pela apólice, será aplicada apenas uma franquia sendo atribuída aquela que seja mais elevada do conjunto dos riscos afetados.

     

    Quando ocorram sinistros que causem danos a vizinhos que habitem em frações contíguas, cobertura "Responsabilidade Civil Proprietário ou Inquilino / Ocupante", as reparações efetuadas nessas frações são suportadas pelo Segurador e apenas será aplicada uma franquia.

     

  • 06. Determinação dos valores dos bens de recheio

     

    O Segurador indemniza na base do valor dos bens seguros a data da ocorrência, ou seja, os bens perdidos ou danificados são avaliados pelo valor de substituição por outros de qualidade equivalente ou com características semelhantes a dos perdidos ou danificados.

     

    No caso dos equipamentos elétricos e eletrónicos, o Segurador indemniza sem fazer desvalorização pelo uso ou desgaste, mas por outro lado não garante a desatualização tecnológica, sendo a regularização efetuada tendo por base equipamentos com características idênticas às que o segurado possuía.

     

  • 07. Prestação de Serviços Sinpat

     

    O que é ?

     

    O SINPAT (Gestão e Reparação de Sinistros Patrimoniais) é um Serviço de Assistência prestado pela Europ Assistance com o acordo da Tranquilidade.

     

    • Tem em vista melhorar a qualidade de prestação de serviço aos clientes com contratos de seguro de Multirrisco Habitação, nos casos de "Danos por Água" no Imóvel.
    • Com o único objectivo proporcionar ao cliente um serviço simplificado, que evite a simples deslocação de um perito e endosse ao cliente o incómodo de procurar e selecionar quem lhe faça orçamento e execute a obra.
    • Os Técnicos reparadores atuam com total autonomia e independência, sendo responsáveis pela sua atividade profissional.
    • Os trabalhos realizados por Técnicos indicados pela Tranquilidade têm garantia por um período de dois meses, após conclusão dos trabalhos.

     

     

    Como funciona?

     

    Os serviços do SINPAT entram em contacto com o reclamante no prazo de 24 horas após a recepção da participação para avaliarem a urgência na deslocação ao local do sinistro. Dependendo das informações recolhidas, o técnico desloca-se de imediato ao local de risco ou combina a deslocação para data que seja mais conveniente para o reclamante.

     

    Se estiver a ocorrer uma situação que necessite de uma intervenção urgente, o técnico vai ao local promover a contenção dos danos e averiguar a origem ou local da rotura.

     

    Após a deslocação ao local de risco, o Técnico elabora um relatório de visita que esclarece o cliente sobre o procedimento subsequente e indica eventuais elementos a fornecer pelo cliente e a forma de contactar com o SINPAT (707 200 926).

     

    Posteriormente, elabora um orçamento de reparação, podendo o Cliente optar entre a reparação através do Técnico do Sinpat ou pela indemnização pecuniária.

     

    Quando o cliente opta pela reparação, o Técnico promove o agendamento da data de execução da obra e, quando iniciar os trabalhos, solicita ao cliente o pagamento da franquia.