O blogue que faz da prevenção e da inspiração o seu dia a dia.

7 coisas que deve fazer antes de começar a correr

 

Correr parece fácil, mas começar a correr e manter essa resolução é difícil. Há sempre uma boa razão para se adiar uma corrida: está a chover, sente-se uma picada num músculo, o trânsito estava caótico e, agora, já não dá tempo. Esqueça as desculpas e foque-se nos benefícios que o running traz para o corpo e para a mente. Siga estes 7 passos para começar a correr e faça da corrida uma "maratona" na sua vida.

 

1. Faça um plano

 

"Um objetivo sem planeamento é só um desejo", disse Saint-Exupéry. Defina quantos dias por semana vai começar por correr. Não se esqueça que precisa de descansar e mais vale ser realista e cumprir o estipulado do que exagerar na ambição. Se quiser, siga o nosso guia para começar a correr:

 

Semana 1

- Andar durante 30 minutos, sem parar;
- Treinar dia sim, dia não.

 

 

Semana 2

<

- Correr durante 10 minutos, andar durante 10 minutos, correr mais 5 minutos, andar mais 5 minutos;
- Treinar 3 dias por semana.

 

 

Semana 3

<

- Correr durante 30 minutos. Se for preciso parar a meio não tenha vergonha. Oiça o seu corpo.
- Treinar 3 dias por semana.

 

 

Semana 4

- Percorrer 5 quilómetros em 30 minutos.
- Treinar 3 dias por semana.

 

 

Semanas 5 e 6

<

- Ir aumentando a distância percorrida, mantendo um ritmo de 6 minutos por quilómetro.
- Treinar 3 dias por semana.

 

 

 

2. Inscreva-se numa corrida

Inscrever-se numa corrida ajuda-o a focar-se num objetivo. Não precisa de o fazer já amanhã. Hoje em dia, as inscrições para corridas abrem com meses de antecedência. Escolha um percurso curto, de 5 ou 8 quilómetros, e comprometa-se com essa meta. Além disso, as corridas são uma festa. Faça a prova em casal ou convença um grupo de amigos a participar.

 

3. Goste do que está a fazer

Correr exige esforço. Por vezes, a dor será a sua companheira. Use alguns truques para tornar esta experiência mais agradável. Descubra se gosta de correr logo de manhã, para carregar baterias, ou prefere fazê-lo ao fim da tarde, descomprimindo de um dia de trabalho. Prefere correr sozinho ou com mais alguém? Junto ao mar, no ginásio, num trilho ou em circuito urbano? Experimente todas as hipóteses até encontrar a opção mais adequada.

 

4. Escolha o equipamento certo

Correto não quer dizer o mais caro. Peça ajuda a um vendedor de uma loja especializada em desporto. Sem vergonhas. Ele vai identificar as peças mais adequadas tendo em conta o seu corpo, forma física e expetativas. Compre o material de que precisa para se sentir confortável.

 

Material necessário para começar a correr:

<

- Sapatilhas: a melhor escolha depende do seu corpo, onde quer correr e qual a sua passada. Devem ser confortáveis e prevenir lesões. Custo: 30€ a 100€;
- Meias: são o complemento muitas vezes esquecido. Devem ser confortáveis e ajudar a evitar bolhas nos pés. Custo: 4€ a 15€;
- Calções (verão): Não use uns calções de algodão que tenha em casa. Compre uns próprios para corrida e que previnam assaduras. Custo: 10€ a 20€;
- Calças ou leggings (inverno): mantenha-se quente e proteja-se da chuva e do vento. Custo: 17€ a 25€;
- T-shirt ou top (verão): Escolha um modelo que controle a libertação de suor. E se gostar de correr ao ar livre, que o proteja dos raios ultravioletas. Custo: 12€ a 20€;
- Corta-vento(inverno): Prefira um modelo que sirva de proteção contra as diferentes condições climáticas, mas que mantenha uma boa ventilação interior. Custo: 10€ a 30€;

 

 

 

 

5. Comece a correr devagar

Parece um conselho óbvio, mas precisa de se disciplinar para não entrar em loucuras. A criança que vive dentro de nós gosta de ganhar corridas imaginárias. Se desatar em correrias, vai ficar sem fôlego num instante e, pior, ainda arranja uma lesão. Comece a correr devagar, aprenda a reconhecer o seu ritmo e vá insistindo aos poucos.

 

6. Só correr não chega

Sabe quais são os quatro mandamentos do corredor?

- Beber água: pelo menos 1,5 litros por dia;
- Comer bem: além de optar por uma dieta equilibrada, insista em alimentos ricos em potássio, como as bananas que ajudam à recuperação muscular;
- Dormir muito: pelo menos 8 horas por dia;
- Alongar: melhora a sua postura e previne lesões.

Se falhar um destes mandamentos, em vez de melhorar a sua forma física, estará a prejudicá-la. Não negligencie as dores. Elas são o sinal de aviso do nosso corpo. Use-as para compreender o que se passa consigo. Serão apenas o resultado de uma corrida exigente ou é o joelho a queixar-se?

 

 

 

7. Proteja-se contra imprevistos

Como em tudo na vida, há situações imprevistas, mas que nos podem magoar. Pode tropeçar e cair ou não ver um buraco num passeio e torcer um tornozelo. Para que estas situações não se tornem numa dor de cabeça, subscreva um seguro de acidentes pessoais. O valor anual a pagar é reduzido e ganhará uma proteção extra sem que estes infortúnios se tornem problemas.

A informação desta página foi útil?