PARTILHAR
SAIBA MAIS SOBRE

O blogue que faz da prevenção e da inspiração o seu dia a dia.

Carro elétrico: pronto a dar o salto para estes automóveis?

O carro elétrico é hoje extremamente popular. Numa época em que as alterações climáticas estão na ordem do dia e os governos de todo o mundo procuram travar os seus efeitos nefastos, este veículo ganha popularidade e importância a cada hora que passa. 

89% dos portugueses estão preocupados com as alterações climáticas. E, atualmente, um em cada dois consumidores portugueses afirma que o seu próximo carro será híbrido ou elétrico. O aumento de vendas de carros elétricos em Portugal (mais 48,4% em maio de 2022, relativamente ao ano anterior) parece confirmar esta tendência. 

Considerando o futuro do transporte individual, o carro elétrico está a conquistar o mercado. Antes de comprar este tipo de automóvel, conheça um pouco melhor as suas características.  

Vantagens e desvantagens dos carros elétricos  

As vantagens 

1. Menos poluição durante a utilização 

Ao contrário dos automóveis com motor de combustão interna, um carro elétrico não emite CO2 ou poluentes químicos e produz menos partículas finas do que um modelo a gasolina ou gasóleo. A poluição inerente à utilização dos carros elétricos é, portanto, menor.

2. Sem restrições de circulação

Num cenário de crescentes restrições de tráfego destinadas a retirar os veículos causadores de poluição do centro das cidades, os carros elétricos poderão continuar a circular nessas áreas.   

3. Um veículo silencioso 

O motor elétrico é silencioso. Depois de se habituar, essa característica será apreciada tanto no interior como no exterior do automóvel. Os carros elétricos contribuem, assim, para reduzir a poluição sonora nas cidades. 

No entanto, é necessário redobrar a atenção, pois os peões e os ciclistas poderão não ouvir o carro a aproximar-se. Atualmente, e por questões de segurança, estes carros devem vir equipados com um dispositivo AVAS - Acoustic Vehicle Alerting System, "um avisador acústico (artificial), de modo a que emitam ruído quando a circular a uma velocidade de até 20 km/h." Este sistema de alerta também permite implementar uma assinatura sonora específica da marca. 

4. Economia na utilização 

Apesar de ser mais caro do que um veículo a combustão, o carro elétrico é mais económico durante a utilização. Os custos de manutenção são quatro vezes menores (estudo FATEC), em particular porque não há peças de desgaste (correia, escape, etc.) nem óleo para substituir. 

Em relação ao consumo, assumindo que percorre 15 000 km por ano, gastará em média 405€ (carregamento em casa com tarifa normal), 270€ (carregamento com bi-horário), e 1050€ para carregar um veículo elétrico apenas em postos públicos. 

Já abastecer um carro a gasolina custará 1818€ e a gasóleo 1477,5€ (valores de referência relativos a março de 2022). 

Atualmente, um em cada dois consumidores portugueses afirma que o seu próximo carro será híbrido ou elétrico.

As desvantagens 

1. O preço de compra

Um carro elétrico é mais caro do que um veículo convencional. Normalmente, cerca de 10 000 € mais do que um modelo equivalente a gasolina ou gasóleo, especialmente por causa da bateria. O governo implementou, no entanto, várias medidas para torná-los mais acessíveis, como veremos adiante. 

2. Os constrangimentos do carregamento 

Pode carregar o seu carro em casa, com uma tomada convencional, mas o tempo de carregamento é longo (entre 10 e 20 horas) e, a longo prazo, corre o risco de danificar o automóvel: as tomadas convencionais não foram concebidas para suportar a potência das baterias dos carros elétricos modernos. Além disso, se todos os veículos particulares forem carregados ao mesmo tempo (por exemplo, à noite e antes das férias grandes), a rede elétrica poderá não ser capaz de aguentar os picos de consumo. 

A segunda opção, recomendada pelos fabricantes de carros elétricos, são os Home Charger. A velocidade de carregamento é superior à de uma tomada convencional: dependendo da potência contratada da sua rede elétrica doméstica, pode carregar cerca de 300 quilómetros no seu carro durante a noite. 

A única desvantagem é que é necessário instalar um terminal específico mais dispendioso (normalmente entre 300 e 1373 €, incluindo os custos de instalação). Contudo, no ponto 1.10 do Despacho nº 3149-B/2022 o Ministério do Ambiente e Ação Climática prevê incentivos para a instalação de carregadores em condomínios multifamiliares com ligação à Rede Mobi.E.  

3. Autonomia reduzida 

O carro elétrico tem uma autonomia que varia entre 200 e 500 km, dependendo do modelo. Portanto, é ideal para a vida urbana e deslocações quotidianas curtas, mas não tanto para percorrer longas distâncias, por exemplo, em férias. 

4. O impacto ambiental da bateria 

Um carro elétrico é 100% amigo do ambiente? Infelizmente, não. Embora a sua utilização cause incomparavelmente menos poluição do que a de um veículo convencional, o impacto ambiental da sua construção também deve ser considerado. 

O fabrico de baterias elétricas também emite CO2, pois os materiais raros que entram na sua composição, como o lítio e o cobalto, têm de ser extraídos e transportados. Daí a importância de desenvolver canais de reciclagem de baterias para limitar o impacto global dos carros elétricos sobre o ambiente. 

Seguro Automóvel

Conte com os apoios exclusivos da Tranquilidade a automóveis elétricos. Tais como:
- Se ficar sem bateria durante a viagem
- Quando precisar de um veículo de combustão para deslocações urgentes
- Se os seus cabos de carregamento forem roubados ou o Home Charger sofrerem danos
- No caso de precisar de transporte do veículo ou aluguer de automóvel de substituição

automovel

O que precisa de saber antes de comprar um carro elétrico 

Sente-se tentado a comprar um carro elétrico? Então, saiba que:  

    - Em Portugal existem atualmente 1234 Postos de Carregamento Rápido (PCR/PCUR). Já a rede MOBI.E está presente em mais de 50 municípios em Portugal continental e na Região Autónoma da Madeira, e conta com mais de 1250 pontos de carregamento.  

    - O governo introduziu duas medidas cumulativas para encorajar a compra de carros elétricos: 1. incentivo de quatro mil euros por veículo ligeiro de passageiros 100% elétrico para pessoas singulares; 2. incentivo no valor de seis mil euros por veículo ligeiro de mercadorias (categoria N1) de passageiros 100% elétrico para pessoas coletivas.   

    - Pode poupar dinheiro adquirindo um carro elétrico usado, mas preste atenção ao estado da bateria (normalmente garantida por 8 anos). 
     
    - Escolha cuidadosamente o seu seguro (contra terceiros, danos próprios, roubo e incêndio) e verifique se as garantias específicas para carros elétricos estão cobertas pela seguradora.    

Seguro Automóvel da Tranquilidade prevê a assistência aos automóveis elétricos em todos os tipos de proteção (Base, Mais e Top).  

Conhece os carros híbridos?
Se ainda não está preparado para comprar um carro elétrico, um híbrido pode ser uma boa alternativa. Este tipo de automóvel combina um motor de combustão interna e um motor elétrico, o que permite consumir menos combustível e emitir menos poluentes do que um carro a gasolina ou gasóleo, ao mesmo tempo que garante maior autonomia que um carro elétrico. 

Com o Seguro Automóvel da Tranquilidade, poderá não só adquirir proteção para o seu Home Charger, como ter assistência na estrada por falta de autonomia. Faça-se à estrada em segurança! 

SAIBA MAIS SOBRE
PARTILHAR
saiba quanto paga o seu carro de iuc

SEGURO AUTO

Segure o seu carro com tranquilidade

Saber mais
vidatranquila horizontal

IUC: SAIBA QUANTO PAGA O SEU CARRO E COMO TRATAR DO PAGAMENTO

Saber mais
saiba quanto paga o seu carro de iuc e como tratar do pagamento